Guerra na Ucrânia: "As partes em conflito não conseguem encontrar a plataforma que possa levar aos êxito das conversações"

Quando se cumprem três meses de guerra na Ucrânia, a Rússia diz que está preparada para voltar a negociar, mas José Milhazes considera que "não vai haver conversações". A última ronda de negociações presenciais aconteceu em março, na Turquia. "Estes apelos são quase um ritual mas toda a gente sabe que não pode ser realizado. As partes em conflito não conseguem encontrar a plataforma que possa levar aos êxito das conversações", diz o comentador da SIC.